Samuel e as suas Malandrices

Dedico este blog ao Samuel, ao meu filho que amo muito. No futuro, saiba o que a mãe e o pai passaram com ele.

sexta-feira, março 31, 2006

Canção Matinal

Quase todos os dias, o Samuel acorda e deita-se com esta música. Sabe o refrão todo.

Refrão:
''Então,
Bate, bate coração
Louco, louco de ilusão
A idade assim não tem valor.
Crescer, vai dar tempo p'ra aprender,
Vai dar jeito p'ra viver
O teu primeiro amor.''

Conhecem?
É a letra da canção Cinderela do Carlos Paião.
Pois é! Deve ter aprendido na escola.
Todos os dias, ele sabe sempre mais um bocadinho da letra. Quando eu ouvi-o pela primeira vez, fiquei de queixo caído.

quarta-feira, março 29, 2006

Jogo do Benfica - Barcelona

Mãe: ''Grita pelo Benfica?''
Samuel: ''SPORTING! SPORTING! SPORTING!''
Mãe: ''Grita pelo Barcelona?''
Samuel : ''BENFICA! BENFICA! BENFICA!''

O que se pode fazer quando a mãe está a tomar banho?

Primeiro: Não percebo porquê que a mãe fechou a porta da rua e as janelas antes de ir para a banheira.

Segundo: O que se pode fazer quando a mãe está a tomar banho?
- Abrir várias vezes o cortinado;
- Ir buscar uma garrafa de água e uns copos de água. Enchê-los de água. Mandar várias vezes á mãe quando ela menos esperar.
- Mandar os meus brinquedos para o banho dela;
- Mandar a toalha de banho para a banheira;
- Pôr a minha banheira de bébé cheia de brinquedos mais a toalha de banho dentro do banho da mãe;
- Perguntar muitas vezes á mãe: ''Já está?''; ''Quando sais?''; ''Estás pronta?''; ''Despacha-te!!''
- Abrir várias vezes a torneira de água fria;
- Alternar a água da torneira do chuveiro para a torneira do banho e vice-versa, com muita frequência.

Terceiro: O que se pode fazer cá fora quando a mãe está a tomar banho?
- Ir buscar muitos puzzles, desmanchá-los e espalhá-los pelo corredor. O que vale é que este é comprido.

Quarto: O que se pode fazer quando a mãe sai do banho?
- Ir buscar a toalha da mãe mesmo que esteja um pouco molhada;
- Arrumar os chinelos da mãe;
- Ir buscar o secador de cabelo mesmo que seja a mãe a encontrá-lo, fui eu que tive a ideia;
- Puxar o cabelo da mãe para esticá-lo;
- Ir buscar molas de cabelo para agarrar nas pernas da mãe;
- Subir um banco, saltar em cima dele e gritar: ''Também quero secar o cabelo!!'';
- Entornar o champô da mãe e o gel banho na banheira;
- Chapinhar na água que ainda estava na banheira e tentar molhar a roupa que tenho vestido.

É pena que depois destas ideias que eu tive e apliquei á minha mãe hoje de manhã, tenha aparecido o meu avô para ir levar-me á escola. Só foi meia-hora de brincadeiras, queria mais tempo para aplicar outras ideias que tinha. :(
Também não percebi porque a mãe ficou em brasa com as minhas brincadeiras e foi a correr para o comboio (se calhar, já estava atrasada para o trabalho).

Samuel

segunda-feira, março 27, 2006

Os micróbios

A avó quando foi com ele á consulta do Hospital. Ficou muito preocupada porque tiveram lá amanhã toda e não conseguiu que ele fosse á casa-de-banho. O Samuel respondia-lhe sempre que não ia, tinha micróbios.
Por isso, a avó foi contar ao médico o que se passava. Quando este lhe contou que tinha uma casa-de-banho só para os médicos. Ele aceitou ir fazer chichi lá.
Rectificação:
A avó contou-me agora:
Médico disse ao Samuel: ''Há aqui uma casa muita limpinha!
Samuel: ''Têm micróbios?''
Médico: ''Não. E tu podes ir lá!''
Então, a minha mãe levou-o á casa-de-banho dos médicos para fazer chichi. E no final, o Samuel só queria contar ao médico que tinha ido lá fazer chichi.

Cachecol do BENFICA

Uma vez, o Samuel colocou o cachecol do Benfica no pescoço.
Ele só dizia: ''PORTUGAL, PORTUGAL''
Todos lhe diziam que não era.
Mas ele continuava: ''PORTUGAL; PORTUGAL''

Verinha e as traquinices

A minha sobrinha Vera foi lá a casa. Ela e o Samuel não se entendiam. Ele mostrava-lhe as coisas e ela não ligava. Mas quando ele mostrou-lhe a caixa dos lápis, a Vera entornou.

Vera: ''Tia, posso ir brincar com a cozinha?''
Tia: ''Não, não. É muito perigo.''
Vera: ''Então, eu quero ir para a minha casa!!''

O Samuel a fazer quiexinhas dela e a Vera só perguntava pela mãe. Eu dizia-lhe sempre que ela tinha ido fazer compras. Ela respondia-me sempre que a mãe devia estar na casa dos avós. Então lá fomos mas quando saimos da porta da minha casa, a Vera foi bater á casa do vizinho.
Minha nossa!!!
Como é a casa do senhor idoso, tive de ouvir a história dele e como tinha partido a perna. Mesmo quando eu despedia do senhor, ele chamava-me para dizer que tinha mais para me contar...
Só a minha pequenina sobrinha!!!

Disney on Ice

Ontem, fomos com os tios e os primos ao Pavilhão Atlântico ver o Disney no Gelo. As histórias eram do Peter Pan, do 101 dálmatas, da Pequena Sereia e da Lilo & Stich.
Foi muito giro.
O Samuel quando viu o crocodilo da história do Peter Pan, abriu o casaco que tinha vestido para se esconder (pensei que estivesse com medo) mas ele cá fora só falava dele e que fazia tique-taque (isto tudo porque ele viu o crocodilo do filme que deu no sábado).
Ao telefone com a avó, disse-lhe não podia ter ido lá porque não havia cadeira para ela, e relatou-lhe o espectáculo, principalmente falou-lhe no caranguejo Sebastião, da bruxa má e da Ariel, a pequena sereia.
Ele costuma ser muito mexido mas desta vez, ficou muito quietinho e de vez em quando, fazia perguntas daquilo que estava a ver.
As perguntas mais comuns era: ''Qual é o Mickey?, Onde está o Pateta?, E a Minie?''
Comprámo-lhe um copo do Stich e uma colher que também é uma palhinha. Pois agora, só quer beber água naquele copo.
É verdade! Eu e ele tinhamos um pacote de pipocas. Pois é! O Samuel agarrou-se a elas de tal maneira que eu tive dificuldades em as tirar. : )

Onda dos Porquês!!

O Samuel está a entrar na fase dos porquês. E está sempre a questionar tudo.
Exemplo:
Mãe: ''Samuel, vamos ás compras?''
Samuel: ''Ás compras???''
Mãe: ''Sim, vamos de carro.
Samuel: ''OK!''

segunda-feira, março 20, 2006

Dia do Pai

Na sexta-feira, quando cheguei a casa, o Samuel estava em pulgas por causa da prenda para o Dia do Pai.
Samuel: ''Mãe, tenho uma prenda para o pai! Posso abrir?
Quando chegou o pai, o Samuel deu-lhe logo a prenda.
Se o pai não abrisse a prenda naquele momento, acreditem que o filho abria (apesar que ele já tinha desembrulhado algumas das prendas).
O Nando recebeu um postal, uma fatia de bolo e uma moldura com a foto do filho mas esta era de vidro onde tinha as pressões digitais dele.
Para o meu filho, tinha sido ele que tinha feito o presente do pai.

terça-feira, março 14, 2006

Cataratas Congénitas

Ontem, o Samuel foi a mais uma consulta de oftalmologia. Sim porque ele aos 11 meses apareceu com uma névoa no olho direito. Pensava eu na altura que não era nada. Nessa altura, foi para as urgências com ele. Quando dei por mim, tinha quase todos os médicos das urgências de oftalmologia a ver a ecografia dos olhos dele. Porque o que eles estavam á procura era de um tumor atrás das cataratas (a névoa).
Só sei que passado um mês, o Samuel teve de ser operado de urgência ao olho direito porque a catarata tinha ocupado a totalidade da visão dele. Depois com o tempo, apareceu no olho esquerdo mas como estava a evoluir lentamente, só foi operado passado 8 meses.
Ainda bem que existe esta operação, se não o Samuel tinha ficado cego.
Esta operação consistiu em aspirar a catarata, tirar o cristalino e colocar uma lente artificial(intr-ocular) para substituir o cristalino. Desde dessa altura que ele têm de utilizar óculos para ver os pormenores das coisas. (pois o Samuel têm miopia, astigmatismo e mais doenças de visão que não me lembro)
Isto aconteceu no ano de 2004. Onde o Samuel também teve 2 gastroenterite e não pode comer alimentação á base de leite de vaca. Foi um ano muito complicado. Como eu estava sempre com o Samuel em consultas de oftalmologia e de pediatria mais análises, acabei por deixar o ano de faculdade para trás, só fiz aquelas que pode.
Isto tudo para lhes dizer que tudo o que eu e a minha familia passámos, valeu a pena o esforço que fizémos.
Pois , ontem na consulta, o meu filhinho fez umas análises para saber que percentagem que ele têm de visão.
Na vista direita, têm 70% mas, graças a Deus que na vista esquerda ele têm 100%. Quando soube disto, emocionei-me, não aguentei.
Quem quiser ver pormenores sobre a operação do Samuel á visão, pode ver neste site.

quarta-feira, março 08, 2006

Que noite!

Durante a noite de segunda para terça, o Samuel vomitou expectoração umas cinco vezes. E cada vez que isto acontecia, tinha falta de ar e ficava aflito.
Como não tinha febre, levei-o de manhã ao centro de saúde de urgência. Ele tem rinite e como estava constipado, foi tudo para dentro.
Neste momento, já está medicamentado e está em casa por prevenção.
Mas foi uma noite complicada!
Tirar e pôr lençóis e toalhas (na almofada), vestir e despir pijamas e acalmar o pai e o filho!!!!
Até estranhei o meu puto no centro de saúde, estava com a cabeça no meu colo e deitado na cadeira.

segunda-feira, março 06, 2006

Carnaval de Ovar

Ricas férias que tivemos mas com alguns contratempos.
Fomos para uma quinta com um grande terreno. O Samuel adorou principalmente que andava a correr no campo á vontade. Mas tinha andar em cima dele porque a casa como estava em obras e ele queria andar em cima dos molhos de terra e das poças de lama. Quando apanhava-me distraída lá ia ele, mandar pedras para as poças mas como salpicavam pouco, ia com os ténis. Vamos dizer que ficou cheio de lama de cima a baixo.
Logo no primeiro dia, o Samuel ao descer dois degraus de cimento, escorregou ou desequilibrou-se (não sei), caiu para trás e bateu com a cabeça.
Resultado: uma ida ao hospital de Ovar porque ele partiu a cabeça. Levou três pontos e o mais incrivel é que ele não chorou nem uma lágrima, simplesmente deu-me a mão e fechou os olhos. O mais engraçado é que as enfermeiras estavam mais preocupadas comigo. Perguntavam-me se estava a sentir-me bem (é que ver aquilo tudo, eu nem conseguia falar, estava com os nervos na pele). O Samuel só chorou quando fez o segundo raio x e mesmo assim,antes ele lembrou-se de querer saltar as cadeiras.
Graça adeus! Que o meu puto não teve nenhum traumatismo craniano mas teve de levar três pontos na nuca.
Agora o nosso carnaval em Ovar foi óptimo. Vimos o desfile de sábado das escolas de samba á chuva. No final, uma das escolas não desfilou porque começou a chuva torrencialmente.
O grande dia foi no domingo que vimos o desfile todo nas bancadas. Vamos dizer que adoramos. Este desfile foi muito giro mas foi enorme. Tanto que o Samuel adormeceu no meio. Tadinho ficou mesmo cansado.
Esqueci-me de contar o meu filho andou vestido de tigre. Também tinha o fato de homem aranha mas estava muito frio para usar.
Foram umas mini-férias em grande!!!

*O Samuel já tirou os pontos e mesmo assim, ele não chorou. Tenho um filho com uma personalidade muito forte.